BNDES
Apresentação

Cada vez mais formuladores de políticas de fomento ao desenvolvimento econômico e social em todo o mundo se confrontam com a necessidade, tanto de gerar modelos capazes de captar e compreender as novas formas de desenvolvimento industrial e tecnológico, quanto de conceber novas estratégias que o estimulem e orientem. Organismos e agências de política nacionais e internacionais vêm mobilizando esforços para descortinar meios que permitam identificar, planejar e equacionar o aproveitamento dos principais desafios e oportunidades colocados aos diversos países do mundo na Era do Conhecimento. Neste contexto, ênfase crescente tem se dado à promoção da geração, uso e difusão de conhecimentos e ao estímulo do desenvolvimento produtivo e inovativo de forma sustentável em termos econômicos, sociais, políticos e ambientais.

Neste quadro, a mobilização dos agentes produtivos sob a forma de atores coletivos e dentro de uma perspectiva sistêmica se destaca como uma das estratégias centrais nas políticas de todos os países e, em particular, aqueles menos desenvolvidos. Os objetivos principais são modernizar, fortalecer e dinamizar estruturas produtivas, promover a inclusão de segmentos e regiões marginalizados e estimular o desenvolvimento local, compensando e reduzindo desigualdades.

No Brasil a compreensão e o desenvolvimento de enfoques analíticos e propositivos centrados na noção de arranjos e sistemas produtivos e inovativos difundiu-se muito rapidamente, tanto nas organizações de ensino e pesquisa, quanto naquelas encarregadas de promover o desenvolvimento produtivo e inovativo. Uma ação priorizando APLs foi incluída já no PPA 2000-2003 do Ministério da Ciência e Tecnologia - MCT. Destaca-se a atuação também pioneira do Sebrae e do MDIC. Este último com a criação do Grupo de Trabalho Permanente em APLs. Este enfoque passou a constituir prioridade nos programas de diferentes organismos e agências de promoção de atuação nacional, estadual e municipal.

O presente projeto de pesquisa, financiado pelo BNDES, tem como objetivo central consolidar o amplo e detalhado conhecimento a respeito da estruturação e dinâmica dos APLs brasileiros e das iniciativas de apoio e fomento existentes. Pretende-se fornecer subsídios para o estabelecimento de bases concretas para a política brasileira para APLs.



"O Projeto de Pesquisa "ANLISE DO MAPEAMENTO E DAS POLTICAS PARA ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS NO BRASIL E DOS IMPACTOS DOS GRANDES PROJETOS FEDERAIS EM ESTADOS NORDESTINOS SELECIONADOS" foi executado com o apoio financeiro do Banco Nacional do Desenvolvimento Econmico e Social (BNDES), por meio de financiamento no reembolsvel com recursos do Fundo de Estruturao de Projetos do BNDES (FEP). O contedo dos estudos e pesquisas de exclusiva responsabilidade dos autores, no refletindo, necessariamente, a opinio do BNDES. Para maiores informaes sobre essa modalidade de financiamento, acesse o site www.bndes.gov.br/programas/outros/fep.asp"